Forever 21 Canada
LifeStyle

Maquiagem é algo que simplesmente não conseguimos viver sem!

Pelo menos eu. Confesso.

Me deixa confiante, me deixa diferente. Posso ser tantas personagens, posso ter tantos humores.

Posso ser aquela garota básica ou então aquela mulher poderosa!

Mas claro que podemos viver sem make. Eu por exemplo passo mais de 90% do meu tempo sem maquiagem alguma. Simplesmente confesso também que é quando me sinto mais natural e confortável. Muito mais eu.

Mas… sim, amamos make. Ponto.

Na minha última viagem para Los Angeles, fui convidada pela MAC para testar as últimas novidades para as festas de final de ano!

A coleção se chama Magic of The Night (algo como Mágica da Noite).

E eu AMEI!

Sombras de diversas nuances como roxa, marrom, dourada e foi MUITO difícil escolher qual eu iria usar!

Confira o evento, a minha make e muito mais!

inscreva-se

 

San Diego, California.

Aquele lugar com aquele toque mexicano, a brisa do mar é gelada e a areia quente.

Depois de ficar alguns dias viajando de carro pela California, nossas paradas foram Los Angeles, Las Vegas (em Nevada), San Francisco e finalmente San Diego!

Uma estrada com muito trânsito, mas no final valeu a pena!

San Diego tem uma vibe divertida, de cidade grande mesmo não sendo uma grande metrópole.

Aquele ar de praia, aquela comida deliciosa, aquela cerveja por uma pechincha que te faz lembrar de como é bom viajar e encontrar lugares que te tiram o fôlego!

Anote aí para sua próxima road trip para a Califa, San Diego é good vibe das melhores!

Confira no Vlog da Semana tudo o que a gente aprontou por lá:

inscreva-se

Pode me perguntar agora: qual é o pôr do sol mais lindo do mundo? Santa Monica.

Sem pensar. Sem dúvida nenhuma.

Não sei o que a California tem. Mas tem algo incrível no ar, na energia daquele lugar que faz tudo mais colorido, tudo mais bonito!

E o pôr do sol não poderia ser diferente!

Em Santa Monica, você vai ver o pôr do sol muito mais colorido, mais clean, mais laranja, mais mais mais mais.

Sou muito suspeita para falar porque AMO este lugar. Mas enfim, tome suas próprias conclusões!

Se quiser ir para um lugar mágico, com uma energia e um pôr do sol incrível, Santa Monica é o lugar!

inscreva-se

 

250-LA

42 47 50 247-LA

Outubro é aquele mês de lembrar o quanto é importante a prevenção do Câncer de Mama. Muita gente não sabe, mas existem inúmeros fatores e causas que podem transformar o nosso estilo de vida em uma doença que mata milhões de mulheres anualmente, então vamos conversar sério hoje?

inscreva-se

 

Não há uma causa única para o câncer de mama. Diversos fatores estão relacionados ao câncer de mama. Ser mulher e envelhecer são os principais fatores que aumentam o risco.

Fatores ambientais
• Obesidade, principalmente após a menopausa;
• Sedentarismo (não fazer exercícios);
• Sobrepeso;
• Consumo de bebida alcoólica;
• Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).
Fatores hormonais
• Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos;
• Não ter tido filhos;
• Primeira gravidez após os 30 anos;
• Não ter amamentado;
• Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;
• Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.
Fatores genéticos
• História familiar de câncer de mama e ovário, principalmente em parentes de primeiro grau antes dos 50 anos;
• Alteração genética;
• A mulher que possui um desses fatores genéticos tem risco elevado para câncer de mama.

MITO 1: o câncer de mama sempre aparece como um caroço

Existem duas formas principais de aparecimento do câncer de mama. A primeira delas é o nódulo ou caroço, como é popularmente conhecido. A outra forma mais comum é a microcalcificação. Neste caso, apenas a mamografia consegue fazer o diagnóstico precoce, quando ele tem, no mínimo, 1 milímetro.

Há casos menos comuns ainda em que ocorre uma secreção sanguinolenta pelo mamilo de forma espontânea ou descamação da auréola e do mamilo.

 

MITO 2: todo caroço na mama é um câncer

Nem todo caroço na mama é um câncer. Na verdade, a maioria dos nódulos que surgem são benignos.

Geralmente, eles são fibroadenomas ou proliferações das células da glândula mamária. Existem ainda os falsos nódulos ou cistos. Neste caso, o potencial de malignidade é nulo, já que o caroço não é nem mesmo sólido.

De qualquer maneira, qualquer paciente que identificar um caroço no seio deve procurar um mastologista, independente da idade. Mesmo um nódulo benigno pode exigir acompanhamento médico para que não cresça ou se torne maligno.

 

MITO 3: antitranspirantes e desodorantes favorecem o aparecimento do câncer de mama

Não há qualquer relação entre o uso de antitranspirantes ou desodorantes e o câncer de mama.

Nenhum estudo comprovou que o uso, seja de produtos roll on, spray ou aerosol, favoreça o desenvolvimento da doença.

 

MITO 4: apenas mulheres com histórico de câncer de mama na família podem ter a doença

Qualquer pessoa em qualquer idade pode desenvolver um câncer de mama, independente do sexo, da cor ou do histórico familiar. Claro que alguns pacientes apresentam um risco maior de ter a doença do que outras. Elas se enquadram nos chamados ‘grupos de risco’.

O primeiro grupo de risco é o daqueles que têm dois ou mais parentes que tiveram câncer de mama ou de ovário antes da menopausa, no caso das mulheres. O segundo se refere aos grupos que apresentaram mutações genéticas diretamente ligados ao câncer de mama. O terceiro grupo inclui pacientes que receberam tratamento contra o câncer com radioterapia no tórax antes dos 25 anos.

Quem pertence a um desses grupos deve começar a fazer exames de mamografia a partir dos 25 anos, aproximadamente. As demais pessoas devem começar a prevenção com a mamografia a partir dos 40 ou 50 anos.

 

MITO 5: a biópsia do câncer de mama pode causar uma metástase

metástase pode acontecer quando o câncer apresenta células capazes de se deslocar e implantar em outras partes do corpo, o que independe da realização ou não de uma biópsia.

 

MITO 6: sutiã apertado pode causar câncer de mama

Com ou sem aro, com ou sem bojo, com alças largas ou finas, não importa. O sutiã não favorece o desenvolvimento do câncer de mama.Nenhum estudo foi capaz de provar ação de causa e efeito.

 

MITO 7: autoexame dispensa a mamografia

Nenhum estudo conseguiu provar que ele diminui a mortalidade por câncer de mama.Por isso, nada dispensa consultas com mastologistas ou exames de mamografia. De qualquer forma, o toque durante o banho ou em outro momento mais calmo ajuda a identificar lesões ou nódulos. Quando isso acontece, a primeira medida é procurar um médico para uma avaliação mais detalhada.

 

MITO 8: mulheres com seios pequenos não têm câncer de mama

A chance de uma mulher desenvolver câncer de mama não está relacionada ao tamanho dos seios.Verdadeiros fatores de risco são a obesidade, a hereditariedade e o cultivo de maus hábitos, como fumar.

 

MITO 9: próteses de silicone favorecem o desenvolvimento do câncer de mama

Próteses de silicone não aumentam o risco de desenvolver o câncer de mama. Antes de fazer o implante, entretanto, recomenda-se realizar uma consulta com um mastologista para ter certeza de que não há qualquer nódulo nas mamas.

 

MITO 10: próteses de silicone atrapalham o diagnóstico do câncer de mama, piorando o tratamento

Em maio de 2013, o periódico científico British Medical Journal publicou um estudo realizado na Universidade Laval, no Canadá, que sugere que a colocação de próteses de silicone dificulta o diagnóstico precoce do câncer de mama. Os pesquisadores apontam que os implantes podem dificultar a visualização do tecido mamário através de exames de imagem, como a mamografia e a ultrassonografia.

No entanto, não há consenso científico quanto às limitações dos exames de imagem em pacientes que possuem próteses de silicone nas mamas. É preciso que mais estudos sejam realizados para que haja uma resolução definitiva. Por hora, é recomendado apenas que pacientes com alto risco para o desenvolvimento do câncer de mama  como as que têm casos próximos da doença na família  evitem a colocação das próteses.

 

É importante que as mulheres, independentemente da idade, conheçam seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. Ao identificarem alterações suspeitas, devem procurar imediatamente um serviço de saúde para avaliação profissional.

 

Espero que tenham gostado das dicas e que possa ter sido desvendado alguns mitos que perturbam a nossa cabeça com preocupações não é mesmo?

Vamos nos unir por essa causa! Compartilhe!

 

 

 

Sabe aquela amiga sincera que você acha que tem, mas na verdade só fala aquilo que você QUER ouvir. Pois é eu quero ser o tipo de amiga sincera MESMO que fala aquilo que você PRECISA ouvir!

As mulheres as vezes se preocupam com coisas que não deveriam e as vezes não aceitam que certas coisas são como são… Por que somos assim, complicadas, exigentes… somos mulheres!

Agora existem 4 coisas que a gente INSISTE em fazer. Cometemos os mesmos erros, por quê?

 

inscreva-se

 

 

Follow Me

Topshop  US Bloomingdale's